A Ogam Dur no Mapa Ogâmico



DUR – “Mestres da Magia”

No Mapa Ogâmico, leia Dur como:
- Ogam da Essência: descreve quem é você
- Ogam Secreta ou Oculta: assinatura espiritual, lhe traz proteção (embora seja a única Ogam que não possa ser usada como talismã – veja mais na Parte 4), potencializa sua Ogam da Essência despertando-a, atua como catalizadora, potencializadora de habilidades e harmonizadora de todo o Mapa Ogâmico
- Ogam da Lição de Vida: os potenciais que precisa desenvolver nesta vida e que representam uma grande dificuldade para você
- Ogam do Amor: como é a pessoa que o atrai, como são seus relacionamentos amorosos
- Ogam Auxiliar: os potenciais que lhe ajudarão na sua missão e lição de vida, sendo energias extras para você

Características físicas/qualidades: A pessoa regida por Dur distingue-se das demais por sua postura altiva, nobre, elegante. É totalmente espiritualizada, voltada para a busca do conhecimento profundo e da sabedoria através dos estudos espiritualistas como Magia, Ocultismo, Alquimia, dentre outros, não pelo poder, mas pela vontade de evoluir, se aprimorar e contribuir para o crescimento dos demais seres e do planeta.


Apesar de não se importar com dinheiro, sendo simples em sua essência, costuma atingir boa condição material/financeira. Mesmo assim, gosta de viver modestamente; por sua discrição prefere permanecer anônimo e precisa de poucos pertences materiais para se sentir feliz e satisfeito.
Na verdade, o que o faz realmente feliz é poder se dedicar ao estudo da espiritualidade e fazer o bem ao próximo, ajudando não importa quem, sem buscar recompensas, agradecimentos ou reconhecimento.
Algumas pessoas regidas por Dur podem se mostrar demasiadamente desapegadas dos bens materiais e precisam se conscientizar de que não acumular bens materiais em excesso é totalmente diferente de não ter o mínimo necessário para viver com dignidade e tranquilidade. Devem lembrar-se que estão em Gaia, o que significa que precisam se alimentar, vestir, morar.
Portanto, não deverá ser radical, pois o segredo está no equilíbrio. A pessoa não precisa ser rica, nem precisa ostentar as posses que detiver, mas deve ter o suficiente para se manter de modo a não se tornar um estorvo para seus familiares, obrigando-os a sustentá-la porque optou por uma vida de asceta. Isso não condiz com nossa realidade ocidental e não há mérito algum em se tornar um peso para as pessoas que o amam e a quem você ama. 
Infância/adolescência/vida adulta/genitores: A criança regida por esta Ogam demonstrará sabedoria já em tenra idade e, não raro, se lembrará de suas vidas passadas com clareza, sobre a qual falará naturalmente, por vezes assustando seus pais se estes não estiverem familiarizados com os dons de Magia e do espírito.
Possui os dons de Magia totalmente aflorados, sendo comum ver espíritos, fadas, seres encantados, comunicando-se facilmente com eles. Por isso, poderá ser motivo de pirraça para as outras crianças, ou poderá ser uma criança muito madura para sua idade, o que lhe trará dificuldade para fazer amizades e brincar, já que será séria e sua mente privilegiada demonstrará visão, argumentação, preocupações de um adulto, de forma que os adultos a admirarão, enquanto os coleguinhas de escola a deixarão de lado.
Desde cedo, sentirá saudades do Outro Mundo e sentirá imensa dificuldade de se adaptar e viver em Gaia. Será uma criança tristonha, quieta, que prefere se isolar, até porque, como dito acima, as outras crianças também a isolarão.
Muitas vezes, essa criança sentirá que está deslocada no mundo, principalmente se seus pais não foram praticantes de Magia, ou de alguma religião/crença ligada à espiritualidade, fator esse que muito auxiliará a criança regida por Dur. Caso contrário, será dominada pela melancolia e pela vontade desesperadora de ir embora daqui (da Terra), de voltar para casa – o mundo espiritual.
Isso não significa que esta criança terá impulsos suicidas, de forma alguma, mas se seus pais não prestarem atenção, poderá entrar em depressão profunda devido à falta que sentirá de uma vida em condições mais sutis e elevadas como tinha no mundo espiritual, aliado à exclusão e discriminação que sofrerá por parte das outras crianças, pois será vista como “estranha” ou até mesmo “assustadora” pelos coleguinhas de escola.
Sua adolescência igualmente não será fácil, pois apesar de aprender a equilibrar e a lidar com seus dons de Magia e com sua incrível inteligência, ainda causará certo receio àqueles que estiverem à sua volta devido ao seu conhecimento dos poderes espirituais. Além disso, despertará inveja incontrolável graças ao seu brilhantismo mental e áurico, pois será notada e elogiada mesmo quando se esforçar para passar desapercebida, o que muito incomodará a maioria de seus colegas de escola e de trabalho.
No entanto, todas essas dificuldades a tornarão forte como são os carvalhos e se não desistir da vida ligada ao mundo espiritual mantendo-se fiel aos seus dons maravilhosos de Magia e inteligência ímpares, a partir dos vinte anos mais ou menos, seus caminhos começarão a se abrir. Vislumbrará novas amizades, novas possibilidades, crescimento, sucesso, enfim, será capaz de alcançar tudo o que desejar.
Apesar de Dur ser uma Ogam esplêndida ante seu grande poder mental e espiritual, resta claro que não traz uma missão de vida fácil para a pessoa que rege, pois como dito, trata-se de um ser extremamente espiritualizado e evoluído em um mundo em fase de transição espiritual onde reinam o materialismo, a maldade, a ambição desenfreada e a ignorância.
O regido por Dur terá duas opções: poderá seguir o caminho do espírito, e não importa a profissão que escolha, porque poderá ser excelente profissional em qualquer área que deseje, estudará a Magia e o Outro Mundo profundamente, lembrando, recordando e ensinando sobre a vida e os valores espirituais, tornando-se verdadeiro mestre a lançar a luz do conhecimento e da sabedoria onde quer que esteja, ou poderá ignorar seus dons de Magia e seguir normalmente, apenas passando pela vida.
Esta segunda opção o poupará de muitos desgostos e tristezas especialmente na infância e juventude, mas na idade adulta sentirá o imenso vazio gerado pela falta das práticas espirituais. Sentirá a fome que nenhum alimento poderá saciar, sentirá sede porque seu espírito estará seco, terá um deserto no coração.
O regido Dur é totalmente desapegado deste mundo e desta existência, e por isso, não sente saudade de nenhuma época, de nenhum dia sequer que tenha vivido nesta vida, certo de que o hoje e o amanhã são, sem sombra de dúvidas, bem melhores que o seu ontem, ainda que tenha realizado grandes obras.
Todavia, sente saudades de uma vida e um tempo que já se foram há muito, e sabe que aquela vida, aqueles momentos, jamais voltarão. Sente saudades constantemente do mundo espiritual, da convivência sublime com as grandes druidisas, druidas, guardiões e seres encantados de um passado distante, quando os humanos podiam ter certo orgulho de se chamarem assim.
Amor/relacionamentos: Esse tempo em que se vê obrigado a viver e sobreviver em Gaia lhe é extremamente penoso e não haverá nada neste mundo capaz de prendê-lo além dos filhos que terá, aos quais amará e instruirá como pai/mãe zeloso/a e carinhoso/a, e de um grande amor de vidas passadas que reencontrará e que muito o ajudará a cumprir sua missão nesta vida.
Quem é regido por Dur possui ligação natural e profunda tanto com o mundo espiritual quanto com a Natureza e isso lhe causa sofrimento constante e inimaginável, pois sente toda a dor do mundo, a dor e o desespero das florestas que são destruídas indiscriminadamente, dos nossos irmãos menores – os animais, que são caçados, torturados, massacrados; a dor das águas que são poluídas, contaminadas; o sofrimento da terra que é dinamitada para ser explorada; o martírio de ver seres humanos escravizados, torturados, assassinados em nome do dinheiro e do poder.
Portanto, quando o regido por Dur estiver muito feliz, e essa felicidade plena lhe é rara, estará noventa por cento feliz, pois para ele não há como se desligar, nem mesmo como ignorar todo esse horror que lhe causa tristeza profunda, que nasce e vive para sempre com ele.
Daí o desejo constante de ir embora de Gaia, poder voltar para casa, não porque não ame a vida ou o planeta, pelo contrário, porque seu grande desafio é o de testemunhar e sentir todas as atrocidades que os seres humanos cometem, sem ser capaz de impedir.
Profissional/financeiro/social: Profissionalmente falando, qualquer área em que a pessoa regida por Dur colocar sua atenção e esforço, fará crescer e frutificar em abundância e prosperidade, pois já tem a matéria sob domínio e sua missão na Terra está ligada ao resgate e auxílio ao próximo, ou seja, é de cunho eminentemente espiritual.
Renderá um excelente professor, destacando-se como grande mestre na disciplina que escolher lecionar, pois sua didática, conhecimento profundo e eloquência permitirão que seja perfeitamente compreendido por todos, desde o aluno mais aplicado e inteligente, até o mais medíocre.
Como bom mestre, inclusive espiritual, a pessoa regida por Dur preferirá ensinar pelo exemplo ao invés de somente pregar. Sempre terá uma palavra amiga para o próximo e se não tiver nada de bom para dizer, permanecerá em silêncio.
Costuma pensar primeiro no bem-estar coletivo e depois em si próprio, atribuindo grande importância às questões coletivas como proteção da Natureza, dos animais, de minorias que não têm como se defender. Gosta de atuar nestas causas e, não raro, liderará importantes trabalhos nestas frentes através de organizações sem fins lucrativos/entidades filantrópicas.
Devido à sua vibração espiritual elevada, poderá se decidir por seguir o caminho do sacerdócio, alcançando posição proeminente dentro da instituição espiritual e/ou religiosa que escolher, podendo até mesmo criar uma nova tradição, a qual fará crescer e frutificar.
Obviamente, todo esse poder de crescimento e realização requererão muita consciência e responsabilidade, para que a pessoa regida por Dur não se empolgue, rendendo-se à vida mundana, jogando fora seus preciosos potenciais, deixando de lado sua missão de vida que é se tornar um grande mestre e auxiliador da humanidade.
Saúde: A pessoa regida por Dur dificilmente fica em desequilíbrio (doente). Na verdade, possui tanta consciência de si mesma que seu corpo reflete automaticamente suas emoções e pensamentos.
Isso significa que quando sente dor ou algum mal-estar, sabe que se trata apenas de uma reação física a algum estado espiritual, emocional ou mental de desequilíbrio. Utilizando-se dos seus profundos conhecimentos de cura pelas ervas e pela Magia, logo se reequilibra. 
Desnecessário dizer que o regido por esta Ogam poderá esperar muitos inimigos, deste e do Outro Mundo, em seu caminho, e deve estar preparado, pois lhe causarão aborrecimentos e perda de energia se não se mantiver sempre atento e protegido através da Magia, além de cultivar sempre bons pensamentos e bons sentimentos, o que é razoavelmente difícil em Gaia mesmo para as pessoas espiritualizadas que são naturalmente bondosas e costumam perdoar e esquecer as ofensas com facilidade.
Sombra: A sombra desta Ogam é tornar a pessoa que rege um verdadeiro eremita, avesso ao contato humano por todas as atrocidades que testemunha contra a Natureza e contra Gaia, negando a luz do conhecimento e a sabedoria dos deuses às pessoas, revoltando-se contra os deuses e seus desígnios, os quais não temos sabedoria para conhecer e compreender, perdendo a valiosa oportunidade de cumprir sua missão que é ser porta-voz dos deuses nesta fase de renascimento da Antiga Fé, da consciência e do bem em Gaia.
Bríatharogaim: As Bríatharogaim “A mais exaltada das árvores”, “Ofício de um artífice” e “A escultura mais perfeita” deixam clara a evolução espiritual e a importante missão de vida da pessoa regida por Dur.
Missão de vida: Sua missão de vida é conseguir suportar e sobreviver à dor e sofrimento extremos por toda uma vida sem enlouquecer, tornando-se um grande mestre a semear o conhecimento do espírito e o amor da sabedoria numa terra quase estéril – o coração dos homens. 
Poderá usar todo o pontencial desta Ogam para se tornar um mestre espiritual, distribuindo seu conhecimento e sua experiência a todos, levando consciência e responsabilidade às pessoas, libertando mentes e corações.

Conclusão: Dur representa, sem dúvida, grandes mestres de Magia como foram as druidisas e druidas, que estão em Gaia para colaborar ativamente com essa Era de transformação e transmutação que o planeta já está atravessando, e que elevará sua vibração para outro estágio evolutivo no qual os espíritos que ainda insistem em se demorar no mal serão degredados e a Terra, finalmente, será um lugar de aprendizado, amor, harmonia e paz. 

Comentários